Hora Brasileira

Brasil conquista melhor nota de crédito

Publicidade

Brasil conquista melhor nota de crédito

Harmonia dos poderes impulsiona reconhecimento internacional, afirma o ministro Haddad
Fernando Haddad
Fernando Haddad

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, destacou hoje a harmonia entre os Poderes como o catalisador para a recente elevação da nota da dívida pública brasileira. Em pronunciamento nesta terça-feira (19), Haddad atribuiu a conquista ao trabalho conjunto do Executivo e do Legislativo na aprovação da reforma tributária e do novo arcabouço fiscal, que sinalizam um compromisso conjunto em prol do desenvolvimento econômico do país.

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P Global) elevou a nota da dívida soberana brasileira, posicionando-a dois níveis abaixo do grau de investimento. Esta decisão segue a tendência iniciada pela Fitch, que já havia melhorado a nota brasileira em julho deste ano.

“Penso que a S&P estava aguardando o desfecho das reformas. Preciso salientar que quando há harmonia entre Poderes, quando se unem em torno de uma causa, para colocar ordem nas contas, garantir orçamento, quando o país tem projeto, as agências percebem que há coordenação em torno de objetivo maior”, afirmou Haddad.

O ministro elogiou o papel crucial do Congresso, destacando a atuação dos presidentes da Câmara e do Senado, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco. Haddad ressaltou que a promulgação da reforma tributária, marcada para amanhã, representa um marco histórico após três décadas de espera.

Desafios e perspectivas para 2024

Apesar do otimismo, Haddad reconheceu que desafios se apresentam para manter a estabilidade em 2024. Entre as principais tarefas mencionadas pelo ministro estão a implementação do novo marco fiscal, a busca por crescimento econômico acima da média global e a recomposição da base tributária, priorizando a arrecadação junto à parcela mais rica da população.

“Temos um marco fiscal elogiado por economistas de várias escolas. Temos de recompor a base fiscal do Estado brasileiro, que foi dilapidada. Foram anos de dilapidação. Você repondo isso, as coisas se estabilizam. E o próprio crescimento da economia acaba corrigindo essas distorções. Queremos uma trajetória de estabilidade”, declarou.

Para Haddad, é crucial que o Brasil alcance um crescimento econômico superior à média mundial nos próximos anos para corrigir distorções. O ministro defendeu a posição de que o Brasil merece o grau de investimento, considerando a robustez de sua reserva em moeda estrangeira.

“Nunca me conformei de o Brasil não ter grau de investimento. Porque um país que não deve um tostão em moeda forte, que tem mais de US$ 300 bilhões em caixa, não pode não ter grau de investimento? Tem que ter grau de investimento”, enfatizou Haddad.

Repercussão no governo e social media

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, também expressou sua satisfação com a elevação da nota da dívida brasileira, destacando que a decisão confirma que o país está no caminho certo, especialmente após a aprovação da reforma tributária.

“A elevação da nota de crédito do Brasil por mais uma agência de risco confirma que o País está no rumo certo. Entre tantas boas medidas, importante ressaltar a parceria do governo do presidente Lula com o Congresso Nacional, que garantiu a aprovação da reforma tributária, após 35 anos”, escreveu a ministra na rede social X, antigo Twitter.

A conquista da melhor nota de crédito representa um passo significativo para o Brasil, impulsionando a confiança dos investidores e abrindo portas para oportunidades econômicas mais sólidas. O desafio agora é manter a trajetória de estabilidade e superar os obstáculos identificados pelo ministro Haddad para garantir um futuro promissor para a economia brasileira.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo