Hora Brasileira

Brasil enfrenta ano mais quente da história, revela levantamento da OMM

Brasil enfrenta ano mais quente da história, revela levantamento da OMM

Temperaturas médias em 2023 superam em 0,69°C a média histórica.
Brasil enfrenta ano mais quente da história, revela levantamento da OMM. Temperaturas médias em 2023 superam em 0,69°C a média histórica.
Brasil enfrenta ano mais quente da história, revela levantamento da OMM. Temperaturas médias em 2023 superam em 0,69°C a média histórica.

O ano de 2023 foi marcado como o mais quente da história do Brasil, de acordo com dados divulgados pela Organização Meteorológica Mundial (OMM). As temperaturas médias no país registraram um aumento de 0,69°C em relação à média histórica de 1991/2020, atingindo a marca de 24,92ºC. Essa elevação é significativa quando comparada à média anual de 2022, que ficou 0,16ºC abaixo da média histórica.

Segundo informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), nove dos doze meses de 2023 apresentaram médias mensais de temperatura acima da média histórica, com destaque para setembro, que registrou o maior desvio desde 1961, alcançando 1,6ºC acima da climatologia de 1991/2020.

O aumento das temperaturas foi associado a nove episódios de ondas de calor ao longo do ano, influenciados pelo fenômeno El Niño, que resulta no aquecimento das águas do Oceano Pacífico Equatorial. O Inmet destaca que outros fatores, como o aumento global da temperatura da superfície terrestre e dos oceanos, também contribuíram para a ocorrência de eventos climáticos mais extremos.

A análise dos desvios de temperaturas médias anuais desde 1961 revelou uma tendência estatisticamente significativa de aumento ao longo dos anos, indicando possíveis mudanças climáticas. As regiões mais afetadas pelas temperaturas elevadas foram o sul do Pará, Mato Grosso, sul de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, áreas de Minas Gerais, Goiás, Bahia, Pernambuco e Ceará.

A situação climática não é exclusiva do Brasil. A versão provisória do Estado Global do Clima 2023, publicada pela OMM, apontou que a temperatura média da superfície global até outubro do ano passado estava 1,4°C acima da média histórica de 1850/1900, tornando 2023 o ano mais quente em 174 anos de medições meteorológicas.

Ontem (9), o Serviço de Mudanças Climáticas Copernicus, da União Europeia, confirmou que 2023 foi o ano mais quente registrado no planeta, possivelmente sendo o mais quente dos últimos 100 mil anos. Essas constatações alertam para a urgência de medidas globais para lidar com as mudanças climáticas e seus impactos.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo