Hora Brasileira

Calor extremo: capitais brasileiras quebram recordes, mas alívio está chegando

Publicidade

Calor extremo: capitais brasileiras quebram recordes, mas alívio está chegando

Prepare-se para a onda de calor no Brasil! Recordes térmicos esperados em quatro capitais. Frente fria traz alívio, mas provoca tempestades no Sul.
om a ação da onda de calor, os índices de radiação solar ficam elevados. Foto: INPE
om a ação da onda de calor, os índices de radiação solar ficam elevados. Foto: INPE

O Brasil está prestes a enfrentar um dia de calor extremo, com previsão de atingir o pico nesta quinta-feira, 16 de novembro. Quatro capitais – Brasília, Goiânia, São Paulo e Vitória – estão prestes a quebrar recordes de temperatura, atingindo máximas que podem variar entre 36°C e impressionantes 42°C, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A intensidade dessa onda de calor, a quarta do ano, é potencializada pelo El Niño e os efeitos do aquecimento global. Quinze estados e o Distrito Federal permanecem em alerta de “grande perigo” devido às temperaturas elevadas, com o aviso meteorológico em vigor até sexta-feira, 17 de novembro.

Previsão Pós-Pico e Tendência de Queda Gradual

Após o ápice da onda de calor, as temperaturas devem começar a diminuir gradualmente. A meteorologista Maria Clara Sassaki, do Climatempo, prevê que São Paulo será o primeiro estado a sentir a redução térmica, com o restante do Brasil seguindo o mesmo padrão ao longo da próxima semana.

Destaca-se que a quebra desse calor intenso será provocada por uma frente fria, que está prevista para atingir especialmente o Sudeste e a região do Paraná no sábado. Essa mudança climática deve gerar uma forte área de instabilidade, possibilitando a ocorrência de tempestades.

Chuvas no Sul do Brasil

Enquanto o calor persiste em diversas regiões, a frente fria continuará provocando tempestades no Sul do Brasil. O Inmet indica que áreas de instabilidade devem persistir entre quinta e sexta-feira, com previsões de grandes acumulados de chuva. O norte do Rio Grande do Sul e o sul do Paraná são as áreas mais propensas, podendo registrar mais de 100 milímetros diários de chuva, acompanhados por rajadas de vento acima de 90 km/h e queda de granizo.

Reflexos do Clima: El Niño e Aquecimento Global

É importante ressaltar que a intensidade dessa onda de calor é influenciada pelo El Niño e pelos efeitos do aquecimento global. Fenômenos naturais acentuam a severidade do clima, evidenciando a necessidade contínua de atenção e discussão sobre as mudanças climáticas.

Mantenha-se informado sobre as condições meteorológicas locais e esteja preparado para as mudanças bruscas no clima. Fique atento às atualizações dos órgãos meteorológicos e tome as precauções necessárias para garantir sua segurança durante esse período de condições climáticas extremas.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo