Hora Brasileira

Cinco estados Brasileiros buscam zerar fila de cirurgias no SUS

Publicidade

Cinco estados Brasileiros buscam zerar fila de cirurgias no SUS

Ministério da Saúde anuncia investimento de R$ 600 milhões para enfrentar o desafio das filas
Cinco estados Brasileiros buscam zerar fila de cirurgias no SUS
Cinco estados Brasileiros buscam zerar fila de cirurgias no SUS

O Ministério da Saúde projeta que Tocantins, Sergipe, Piauí, Paraíba e Mato Grosso do Sul possam eliminar suas filas de cirurgias no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo dados divulgados pela pasta, até outubro de 2023, foram realizadas mais de 70% da meta estipulada pelo Programa Nacional de Redução de Filas, totalizando 250 mil procedimentos em todo o país.

O enfrentamento a essas filas é considerado um dos maiores desafios do SUS, de acordo com a análise do Ministério da Saúde. A expectativa é que o novo programa, apoiado por um investimento de R$ 600 milhões do governo federal, possa reduzir significativamente a espera dos pacientes por procedimentos represados, principalmente durante o período crítico da pandemia de covid-19.

O Ministério da Saúde, ao divulgar um balanço sobre o Programa Nacional de Redução de Filas, revelou que, até outubro de 2023, foram realizadas 250 mil cirurgias em todo o Brasil, representando mais de 70% da meta estabelecida. A pasta considera o enfrentamento às filas de cirurgias como um dos maiores desafios do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os Estados de Tocantins, Sergipe, Piauí, Paraíba e Mato Grosso do Sul emergem como protagonistas nesse cenário, buscando zerar suas filas de cirurgias. O Ministério da Saúde anuncia um investimento expressivo de R$ 600 milhões para impulsionar esse esforço, visando atender a demanda represada, sobretudo durante os períodos mais críticos da pandemia de covid-19.

A perspectiva do Ministério é que o novo programa tenha a capacidade de realizar mais de 500 mil cirurgias, abrangendo diversos procedimentos, como cirurgia de catarata, retirada da vesícula biliar, cirurgia de hérnia, remoção de hemorroidas e retirada do útero. O programa tem uma vigência inicial de um ano, mas pode ser prorrogado por igual período, conforme a necessidade e os resultados alcançados.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo