Hora Brasileira

Como grupo Wagner conquistou dinheiro e poder além das fronteiras russas

Publicidade

Como grupo Wagner conquistou dinheiro e poder além das fronteiras russas

O vídeo da BBC News Brasil intitulado "Como grupo Wagner conquistou dinheiro e poder além das fronteiras russas" discute a expansão e influência do grupo mercenário Wagner, liderado por Yevgeny Prigozhin, um dos indivíduos mais ricos e influentes da Rússia.

O grupo Wagner ganhou notoriedade por seu papel na guerra da Ucrânia e por suas operações em vários países além das fronteiras russas, incluindo na África, Oriente Médio e possivelmente na América Latina.

O grupo Wagner começou a operar na Ucrânia em 2014, apoiando separatistas pró-Rússia. Embora não tenha uma relação formal com o governo russo, o grupo tem sido útil para o Kremlin, operando em regiões onde o governo russo tem interesses políticos e comerciais, sem envolver diretamente o Kremlin.

O grupo expandiu suas operações para a Síria em 2015, onde combateu ao lado do exército sírio e protegeu campos petrolíferos controlados pelo governo. O grupo também operou em países africanos como Mali, Sudão e República Centro-Africana, oferecendo homens para combate, treinamento de tropas, serviços de segurança privada e participação em operações rentáveis, como minas de ouro e diamantes, poços de petróleo e extração de madeira.

No entanto, o grupo Wagner também é acusado de agir criminalmente, cometendo execuções sumárias, sequestros e tortura. Além disso, há indícios de que o grupo tenha alguma presença na Venezuela e seja acusado de elos com o garimpo ilegal no país.

Apesar da recente rebelião do grupo Wagner e da intenção da Rússia de incorporá-los ao seu exército formal, é provável que o grupo continue a existir devido à demanda por seus serviços em países instáveis. Além disso, o grupo se diversificou em vários empreendimentos comerciais, ganhando influência política e acesso a recursos naturais lucrativos.

O destino de Yevgeny Prigozhin, no entanto, permanece incerto. Atualmente, ele está exilado em Belarus, sob condições pouco conhecidas. O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, afirmou que Vladimir Putin cogitou “varrer Prigozhin do mapa”, mas foi convencido a repensar seu plano para evitar um novo levante entre os mercenários do Wagner.

Assista o video no canal BBC News Brasil

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo