Hora Brasileira

Defesa de Mauro Cid alega regularidade em movimentações financeiras, aponta Coaf

Publicidade

Defesa de Mauro Cid alega regularidade em movimentações financeiras, aponta Coaf

Descrição: "A defesa de Mauro Cid, ex-assistente de Jair Bolsonaro, afirma que as movimentações de R$ 3,2 milhões são legítimas. Cid é investigado por participação em diversas atividades suspeitas."

Relatório do Coaf e defesa de Cid

A defesa de Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (PL), afirmou nesta segunda-feira (31) que são regulares as movimentações de R$ 3,2 milhões apontadas pelo relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) que foi apresentado à CPMI do 8 de Janeiro. No documento do Coaf, constam movimentações que somaram R$ 3.252.616, feitas por Cid, de 26 de julho de 2022 a 25 de janeiro de 2023. As movimentações foram registradas em uma agência do Banco do Brasil em Goiânia.

Esclarecimentos sobre as transações

De acordo com os advogados do tenente-coronel, as transações condizem com as reservas financeiras e o patrimônio familiar dele. Em nota, a defesa de Cid alega que as movimentações são referentes a resgates de investimentos; quitação de contas familiares; aquisição de imóvel (recentemente adquirido na planta); empréstimo familiar; e transferência de uma conta de Cid no Brasil para outra — de mesma titularidade — nos Estados Unidos. O documento destaca que todas as transações foram declaradas.

Solicitação de acesso aos relatórios e investigação

A defesa de Cid informou ainda que requereu na semana passada acesso formal aos relatórios do Coaf. “Assim que tiver acesso às cópias, [a defesa] apresentará uma petição para a Presidência da Comissão demonstrando a absoluta normalidade de todas as transações realizadas”, diz a nota. Cid está preso desde 3 de maio. Ele é investigado por participação em um esquema de fraude em cartões de vacinação e em uma tentativa de golpe de Estado.

Outras investigações e atribuições do Coaf

O tenente-coronel também é investigado no caso das joias supostamente dadas pela Arábia Saudita a Jair e Michelle Bolsonaro e no caso dos atos extremistas de 8 de janeiro. À Polícia Federal, ele já prestou seis depoimentos, mas foi em 30 de junho que ele falou pela primeira vez sobre as invasões dos prédios dos Três Poderes, em Brasília, em uma oitiva de quase quatro horas. O Coaf tem como atribuição legal receber, examinar e identificar as ocorrências de atividades ilícitas previstas na lei nº 9.613/1998, que define as regras a respeito da prevenção aos crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo