Hora Brasileira

Desafios Climáticos no Festival Burning Man: Chuvas, Lama e Resiliência

Desafios Climáticos no Festival Burning Man: Chuvas, Lama e Resiliência

O festival Burning Man nos EUA enfrentou condições climáticas adversas, transformando o evento em um lamaçal e desafiando a resiliência dos participantes.
Veículos puderam ser vistos saindo do festival na segunda-feira (4)
Veículos puderam ser vistos saindo do festival na segunda-feira (4)

As condições climáticas no festival Burning Man, nos Estados Unidos, melhoraram o suficiente para que os primeiros participantes do evento, que começou em 27 de agosto, deixassem o local. A forte chuva transformou o evento, realizado no deserto de Nevada, em um enorme lamaçal. Cerca de 72 mil pessoas ficaram presas no festival, mas os organizadores começaram a permitir que os participantes deixassem o local no início da tarde desta segunda-feira (4/9), no horário local.

Recomendações dos Organizadores:

Eles aconselharam, no entanto, adiar a saída até terça-feira para evitar “grandes congestionamentos”. Desde domingo (3/9), o solo já está seco o suficiente para que veículos possam circular sem atolar.

Incidente Trágico:

Os organizadores também confirmaram que a morte de um homem que participava do evento, registrada na sexta-feira (1/9), não foi decorrente do mau tempo. Segundo a organização, os serviços de emergência foram chamados para socorrer o homem, que teria cerca de 40 anos, mas ele não pôde ser reanimado. A delegacia local disse anteriormente que estava investigando o caso.

Testemunhos dos Participantes:

Martyna Sowa, uma dançarina contratada para se apresentar no evento, disse ao programa Today da BBC Radio 4 que ficou surpresa com o quão ruins as condições se tornaram. “Foi uma experiência realmente estranha”, disse. Os foliões, que acampam no local e devem viver de forma autossuficiente como parte do espírito do festival, foram orientados a procurar abrigo e a conservar alimentos, combustível e água.

Desafios de Infraestrutura:

O mau tempo, no entanto, fez com que banheiros químicos e chuveiros ficassem temporariamente fora de uso, porque os veículos de serviço não conseguiam circular na lama para esvaziá-los.

História e Espírito do Festival:

Burning Man é um dos eventos artísticos e culturais mais conhecidos dos Estados Unidos, no qual os visitantes criam uma cidade temporária no meio do deserto. Foi fundado em junho de 1986 e realizado pela primeira vez no deserto de Black Rock, em Nevada, em 1990.

Desafios e Resiliência:

O ator e influenciador Justin Schuman, que está no festival há 11 dias, disse que a situação no deserto de Black Rock trouxe à tona o que há de melhor nas pessoas. “O que tenho visto pessoalmente é resiliência”, disse ele à CBS News, parceira da BBC nos EUA. “Já vi uma grande quantidade de pessoas se unindo, vi estranhos abraçando estranhos, vi pessoas presenteando outras pessoas.”

Alerta sobre a Lama:

Ele descreveu a lama como “muito, muito molhada e muito, muito escorregadia”, e alertou: “Também é muito alcalina, então você tem que ter cuidado para não haver exposição prolongada à lama, porque aparentemente ela pode começar a realmente queime suavemente sua pele.” Tratam-se de queimaduras químicas, de acordo com os organizadores do festival Burning Man. Os foliões são aconselhados a manter os pés cobertos e lavá-los regularmente.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo