Hora Brasileira

Economia brasileira cresce 0,8% no primeiro trimestre de 2024, diz IBGE

Publicidade

Economia brasileira cresce 0,8% no primeiro trimestre de 2024, diz IBGE

No primeiro trimestre de 2024, o PIB cresceu 0,8% em relação ao quarto trimestre de 2023, ajustado sazonalmente. O PIB totalizou R$ 2,7 trilhões, com R$ 2,4 trilhões em Valor Adicionado e R$ 361,1 bilhões em Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

No primeiro trimestre de 2024, o PIB cresceu 0,8% em relação ao quarto trimestre de 2023, ajustado sazonalmente. O PIB totalizou R$ 2,7 trilhões, com R$ 2,4 trilhões em Valor Adicionado e R$ 361,1 bilhões em Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

Desempenho dos Setores:

Os setores de Serviços e Agropecuária foram os destaques, com crescimentos de 1,4% e 11,3%, respectivamente. A Indústria permaneceu estável com uma variação de -0,1%.

Atividades Industriais:

Na indústria, houve quedas em Eletricidade e gás, água, esgoto e gestão de resíduos (-1,6%), Construção (-0,5%) e Indústrias Extrativas (-0,4%). A Indústria de Transformação teve um leve crescimento de 0,7%.

Atividades de Serviços:

As atividades de Serviços cresceram em Comércio (3,0%), Informação e comunicação (2,1%), Outras atividades de serviços (1,6%), Atividades imobiliárias (1,0%) e Transporte, armazenagem e correio (0,5%). Intermediação financeira e seguros e Administração, saúde e educação pública permaneceram estáveis.

Despesa de Consumo:

A Despesa de Consumo das Famílias aumentou 1,5%, e a Formação Bruta de Capital Fixo cresceu 4,1%. A Despesa de Consumo do Governo não variou.

Setor Externo:

Exportações de Bens e Serviços subiram 0,2%, enquanto Importações de Bens e Serviços cresceram 6,5%.

Comparação Anual:

Comparado ao primeiro trimestre de 2023, o PIB cresceu 2,5%. A Indústria avançou 2,8%, Serviços cresceram 3,0%, mas a Agropecuária recuou 3,0%.

Detalhes da Agropecuária:

Apesar do crescimento na Pecuária, produtos agrícolas como soja, milho, fumo e mandioca apresentaram quedas significativas na produção e produtividade.

Desempenho da Indústria:

Indústrias Extrativas cresceram 5,9%, Eletricidade e gás, água, esgoto e gestão de resíduos aumentaram 4,6%, e a Construção cresceu 2,1%. A Indústria de Transformação teve um crescimento menor, de 1,5%.

Desempenho dos Serviços:

Serviços cresceram 3,0%, com aumentos em todas as atividades: Outras atividades de serviços (4,7%), Informação e comunicação (4,6%), Atividades Imobiliárias (3,9%), Comércio (3,0%) e Atividades financeiras (2,5%).

Despesa de Consumo e Formação de Capital:

A Despesa de Consumo das Famílias subiu 4,4%, e a do Governo aumentou 2,6%. A Formação Bruta de Capital Fixo avançou 2,7%, revertendo três quedas consecutivas.

Setor Externo Anual:

As Exportações cresceram 6,5%, e as Importações aumentaram 10,2% no primeiro trimestre de 2024 em comparação ao mesmo período de 2023.

Crescimento Acumulado:

O PIB acumulado nos quatro trimestres terminados em março de 2024 cresceu 2,5%, resultante de um aumento de 2,6% no Valor Adicionado a preços básicos e 2,0% nos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo