Hora Brasileira

Enchentes no RS: Canoas tem 27% dos Desabrigados do Estado

Enchentes no RS: Canoas tem 27% dos Desabrigados do Estado

Canoas, RS, abriga 27% dos desabrigados por enchentes no estado. A plataforma SOS RS conecta a população às necessidades dos abrigos.
Bairro Mathias Velho, em Canoas (RS), ficou tomado pela água
Bairro Mathias Velho, em Canoas (RS), ficou tomado pela água

A cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, registra 21.294 pessoas em abrigos devido às enchentes, representando quase 27% do total de mais de 79 mil desabrigados no estado. Esse número faz de Canoas a cidade com o maior número de desabrigados entre as 94 cidades afetadas, segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul e da Defesa Civil.

Mais de 60% dos desabrigados estão concentrados em três municípios: Canoas, Porto Alegre e São Leopoldo. Porto Alegre é a segunda cidade mais afetada, com 14.313 pessoas fora de suas casas, representando 18% do total. Em seguida, vêm São Leopoldo (17,5%), Guaíba (6%) e Novo Hamburgo (3%).

A Secretaria de Desenvolvimento Social está realizando um censo dos abrigos, enviando servidores para coletar informações detalhadas sobre as condições e necessidades dos espaços. “Com esse detalhamento, teremos condições de direcionar esforços e auxiliar os municípios”, informou a secretaria.

Porto Alegre lidera em número de abrigos (167), seguida de São Leopoldo (93), Canoas (80), Guaíba (70), Gravataí (34) e Rio Pardo (32). Na região metropolitana, quase 68 mil pessoas estão desabrigadas.

Até o momento, 148 pessoas perderam a vida em decorrência das chuvas, segundo o último boletim da Defesa Civil divulgado na terça-feira (14). Um total de 446 municípios foi afetado pelas enchentes.

Um grupo de voluntários criou a plataforma SOS Rio Grande do Sul, que facilita a comunicação entre a população e os abrigos que acolhem as vítimas das enchentes. A plataforma, lançada em 4 de maio, organiza informações sobre a disponibilidade de abrigos e as necessidades específicas de doações para cada local.

A plataforma SOS RS é gerida por voluntários e usada como fonte de informação pela população, além de ser utilizada pela prefeitura de Porto Alegre, governo estadual e Defesa Civil. As informações também são compartilhadas com a Cruz Vermelha do Rio Grande do Sul, Médicos Sem Fronteiras e US Aid.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo