Hora Brasileira

EUA reimpõem algumas sanções depois que Venezuela proíbe candidato presidencial

Publicidade

EUA reimpõem algumas sanções depois que Venezuela proíbe candidato presidencial

Após a Venezuela banir uma candidata presidencial da oposição, os EUA reimpõem sanções, aumentando a tensão política e impactando o setor de mineração do país.
Candidata presidencial da oposição venezuelana, Maria Corina Machado
Candidata presidencial da oposição venezuelana, Maria Corina Machado

Os Estados Unidos começaram a reimpor sanções à Venezuela, restringindo seu setor de mineração, após a Suprema Corte do país manter a desqualificação de uma esperançosa candidata presidencial da oposição. Empresas americanas que negociam com a Minerven, empresa estatal de mineração da Venezuela, têm até 13 de fevereiro para finalizar transações com a companhia, conforme declarado pelo Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro dos EUA.

Desafio Eleitoral e Sanções Aliviadas:

Os EUA alertaram a Venezuela que poderiam encerrar parte do alívio das sanções concedido no ano passado, quando Caracas concordou com um acordo para eleições em 2024, incluindo a criação de um processo para candidatos contestarem suas desqualificações. Maduro e seu governo levantaram esperanças ao alcançar um acordo em Barbados com a oposição venezuelana para realizar uma votação livre e justa em 2024, com observadores internacionais presentes.

Vitória e Vetos de Maria Corina Machado:

Maria Corina Machado, líder da oposição de 56 anos e ex-legisladora, venceu a primária presidencial independente da oposição em outubro com mais de 90% dos votos. Sua vitória ocorreu apesar do anúncio do governo de uma proibição de 15 anos para sua candidatura, dias após ela formalmente entrar na corrida em junho. Machado desafiou a decisão em dezembro, argumentando que a proibição era nula e pedindo uma liminar para proteger seus direitos políticos. No entanto, a Suprema Corte manteve a proibição, acusando-a de fraude, violações fiscais e de buscar sanções econômicas dos EUA contra a Venezuela.

Relações EUA-Venezuela e Repercussões:

A decisão da corte de manter a proibição de Machado pode afetar as relações entre os EUA e a Venezuela. O Departamento de Estado dos EUA condenou a decisão, afirmando que está revisando sua política de sanções à Venezuela com base nesse desenvolvimento e no recente alvo político de candidatos da oposição democrática e da sociedade civil.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo