Hora Brasileira

Juiz federal declara novamente que o DACA é ilegal nos EUA

Publicidade

Juiz federal declara novamente que o DACA é ilegal nos EUA

Um juiz federal considerou ilegal uma versão revisada da política federal DACA, mas não ordenou o seu fim imediato.
Susana Lujano, à esquerda, uma sonhadora mexicana que mora em Houston, junta-se a outros ativistas para se manifestar em apoio ao programa Ação Adiada para Chegadas na Infância, também conhecido como DACA, no Capitólio em Washington, quarta-feira, 15 de junho de 2022.
Susana Lujano, à esquerda, uma sonhadora mexicana que mora em Houston, junta-se a outros ativistas para se manifestar em apoio ao programa Ação Adiada para Chegadas na Infância, também conhecido como DACA, no Capitólio em Washington, quarta-feira, 15 de junho de 2022.

Enquanto um juiz federal na quarta-feira declarou ilegal uma versão revisada da política federal que impede a deportação de centenas de milhares de imigrantes levados aos EUA quando crianças, ele se recusou a ordenar um fim imediato ao programa e as proteções que oferece aos beneficiários.

Fundamento Jurídico:

O juiz distrital dos EUA, Andrew Hanen, concordou com o Texas e outros oito estados que processavam para interromper o programa Deferred Action for Childhood Arrivals, ou DACA. A decisão do juiz deve ser apelada ao Supremo Tribunal dos EUA.

Argumentos do Juiz:

Hanen expressou suas preocupações sobre a legalidade do programa há algum tempo. Ele afirmou que a solução para essas deficiências está no legislativo, não nos ramos executivo ou judicial. O ramo executivo não pode usurpar o poder concedido ao Congresso pela Constituição.

Consequências da Ordem:

A ordem de Hanen prolongou a atual injunção contra o DACA, proibindo o governo de aprovar novos pedidos, mas manteve o programa intacto para os beneficiários existentes durante a revisão legal em andamento.

Reação ao Veredicto:

Thomas Saenz, do MALDEF, e a administração Biden criticaram a decisão do juiz. A Casa Branca e o DHS continuarão a defender a política e a processar renovações para os atuais beneficiários do DACA.

Posição do Texas e Outros Estados:

Os estados argumentaram que a administração Obama não tinha autoridade para criar o programa em 2012, pois contornava o Congresso. Eles alegaram custos significativos devido à permanência de imigrantes no país.

Defensores do DACA:

Defensores argumentam que os estados não apresentaram evidências de que os custos alegados estavam ligados aos beneficiários do DACA. Eles também argumentaram que o Congresso deu ao DHS autoridade legal para estabelecer políticas de imigração.

Histórico do DACA:

O programa enfrentou diversos desafios judiciais ao longo dos anos. Em 2016 e 2020, o Supremo Tribunal tomou decisões relativas ao DACA, e em 2022, o 5º Circuito da Corte de Apelações em Nova Orleans apoiou a decisão anterior de Hanen.

Chamado à Ação:

O presidente Joe Biden e grupos de defesa pediram ao Congresso proteções permanentes para os “sonhadores”. Várias tentativas de passar o DREAM Act falharam, deixando o destino dos beneficiários do DACA incerto.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo