Hora Brasileira

Lewandowski recebe oposição e se dispõe a responder sobre fake news na CCJ.

Lewandowski recebe oposição e se dispõe a responder sobre fake news na CCJ.

Ministro Ricardo Lewandowski recebe oposição e se dispõe a responder sobre fake news na CCJ da Câmara, esclarecendo que apenas encaminhou o pedido de investigação à PF.
Participaram da reunião, nesta quarta-feira (15), os deputados Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Paulo Bilynskyj (PL-SP) e Caroline De Toni (PL-SC), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara
Participaram da reunião, nesta quarta-feira (15), os deputados Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Paulo Bilynskyj (PL-SP) e Caroline De Toni (PL-SC), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara

O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, reuniu-se com parlamentares da oposição para discutir o pedido de investigação solicitado pelo governo sobre fake news relacionadas à tragédia no Rio Grande do Sul. Participaram da reunião os deputados Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Paulo Bilynskyj (PL-SP) e Caroline De Toni (PL-SC), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Esclarecimentos do Ministro:

Durante o encontro, Lewandowski esclareceu que não foi sua iniciativa solicitar a investigação. Ele apenas encaminhou o pedido da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) à Polícia Federal (PF) sem analisar o mérito. A Secom identificou uma série de notícias falsas nas redes sociais sobre a catástrofe gaúcha.

Confiança na Polícia Federal:

Lewandowski afirmou aos parlamentares que confia no trabalho técnico da PF para investigar as fake news. Ele enfatizou que sua função foi apenas encaminhar a solicitação para a autoridade competente.

Requerimento Retirado:

Na terça-feira, parlamentares de oposição apresentaram à CCJ requerimentos para convocar o ministro a prestar informações sobre o inquérito. Contudo, após a articulação da base do governo, o requerimento foi retirado de pauta e ficou estabelecido que Lewandowski será apenas convidado a comparecer à CCJ.

Disposição para Diálogo:

O ministro da Justiça manifestou-se disposto a falar na comissão não apenas sobre fake news, mas também sobre outras áreas de atuação da pasta. Ele entende, porém, que isso deve ocorrer mais adiante.

Preocupações Expressas nas Redes Sociais:

No X (antigo Twitter), Eduardo Bolsonaro expressou preocupação de que o inquérito possa ser utilizado ideologicamente para “aniquilar a oposição” e “censurar todos os críticos” do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo