Hora Brasileira

Luta dos Trabalhadores da Limpeza por Direitos nos EUA

Publicidade

Luta dos Trabalhadores da Limpeza por Direitos nos EUA

Trabalhadores imigrantes da limpeza nos EUA reivindicam melhores salários e benefícios. Eles estão prontos para greve se necessário.
Ederle Vaughan fala a CBS News durante uma marcha dos trabalhadores da limpeza em 13 de dezembro. Imagem - Jamal Dummett
Ederle Vaughan fala a CBS News durante uma marcha dos trabalhadores da limpeza em 13 de dezembro. Imagem - Jamal Dummett

Nos estados do nordeste dos EUA, funcionários da limpeza estão exigindo melhores salários e benefícios. Ederle Vaughan, de 48 anos, trabalha como faxineira no Prudential Center em Newark, Nova Jersey, há 16 anos. Vivendo de salário a salário, ela usa seus ganhos para pagar a faculdade da filha, além de suas próprias despesas com alimentação e aluguel. Com o aumento constante dos preços, seu dinheiro não rende como antes.

Reivindicações e Negociações:

A busca por um salário justo é apenas uma das reivindicações de Vaughan e dos outros 30000 membros da 32BJ SEIU, um sindicato que representa trabalhadores de limpeza comercial nos EUA. Eles estão negociando com os empregadores para incluir essas demandas em seus novos contratos. Esses membros, na sua maioria imigrantes e pessoas de cor em Nova Jersey, Nova York e Connecticut, ameaçam entrar em greve caso não cheguem a um acordo com proprietários de imóveis e contratantes de limpeza até o final do ano.

Desafios Durante a Pandemia:

Durante a pandemia, Vaughan e seus colegas se arriscaram, trabalhando sem equipamento de proteção individual e enfrentando uma carga de trabalho extra sem compensação adicional. Agora, eles exigem que as empresas reconheçam seu papel essencial, oferecendo os salários que merecem.

O Sindicato em Ação:

A 32BJ SEIU, o maior sindicato de trabalhadores de serviços prediais dos EUA, representa mais de 175000 funcionários. Eles estão em campanha para melhores contratos para 70.000 faxineiros na Costa Leste. Capítulos locais já alcançaram acordos em estados como Pensilvânia e Massachusetts.

Possibilidade de Greve:

Em novembro, 20.000 trabalhadores de limpeza de Nova York foram os primeiros a prometer greve. Os capítulos da 32BJ SEIU em Connecticut e Nova Jersey, representando 10.000 empregados, também mostraram disposição para greve, manifestando-se nas ruas. Se não houver acordo, será a primeira greve do setor desde 1996.

Fonte qz.com

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo