Hora Brasileira

Milhares de pessoas se reuniram em Budapeste, próximo ao Parlamento da Hungria, na terça-feira, para exigir a renúncia do primeiro-ministro Viktor Orbán

Publicidade

Milhares de pessoas se reuniram em Budapeste, próximo ao Parlamento da Hungria, na terça-feira, para exigir a renúncia do primeiro-ministro Viktor Orbán

A manifestação foi motivada por acusações feitas por um ex-membro do governo, que alegou tentativas de interferência em um caso de corrupção por um assessor sênior do premiê.
Dezenas de milhares de pessoas marcham contra Orbán na Hungria
Dezenas de milhares de pessoas marcham contra Orbán na Hungria

Nos últimos dias, a atenção se voltou para Orbán no Brasil após reportagens indicarem que o ex-presidente Jair Bolsonaro passou duas noites na embaixada húngara em Brasília. Isso ocorreu logo após a apreensão de seu passaporte pela Polícia Federal, em meio a investigações sobre um suposto golpe de Estado. Orbán, conhecido por sua proximidade com Bolsonaro, chegou a ser chamado de “irmão” pelo então presidente brasileiro durante uma visita à Hungria em 2022.

A Crise Política e Moral da Hungria:

Durante a marcha dos manifestantes do gabinete do procurador-chefe ao Parlamento, Peter Magyar, um advogado anteriormente ligado ao governo, descreveu a situação na Hungria como a “maior crise política, moral e jurídica” desde a queda do comunismo. Magyar anunciou planos de formar um novo partido político para desafiar Orbán.

O Caso de Corrupção:

Centrando-se em acusações de corrupção, o ex-secretário do Ministério da Justiça, Pal Volner, e Gyorgy Schadl, ex-chefe dos oficiais de justiça, foram acusados de aceitar subornos, ambos negando as alegações. Um comunicado dos promotores afirmou que estariam analisando gravações relacionadas ao caso, prometendo coletar mais evidências.

Reações e Consequências:

A controvérsia ganha mais peso diante das próximas eleições parlamentares europeias e após um escândalo de abuso sexual afetar aliados de Orbán. O primeiro-ministro húngaro, no poder há quase 15 anos, enfrenta críticas frequentes por sua liderança de extrema direita, especialmente no tocante a democracia, liberdade de imprensa e direitos das minorias.

Quem é Viktor Orbán:

Viktor Orbán, nascido em 31 de maio de 1963, é uma figura política de longa data na Hungria, tendo fundado o partido Fidesz e assumido uma postura cada vez mais conservadora ao longo dos anos. Seu governo é marcado por políticas anti-imigrantes e um compromisso com a preservação dos valores culturais e cristãos húngaros, o que frequentemente coloca Orbán em conflito com líderes da União Europeia e provoca críticas sobre o enfraquecimento das instituições democráticas no país.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo