Hora Brasileira

NASA Realiza Transmissão Ao Vivo Sobre Avistamentos de OVNIs: O Que Sabemos

NASA Realiza Transmissão Ao Vivo Sobre Avistamentos de OVNIs: O Que Sabemos

A NASA investiga avistamentos de OVNIs em relatório recente, explorando o fenômeno com IA e aprendizado de máquina.
Logo da NASA

Na quinta-feira passada, a NASA lançou um relatório extenso, com mais de 30 páginas, sobre suas investigações de Fenômenos Anômalos Não Identificados (também conhecidos como OVNIs, UFOs ou UAPs). Durante a transmissão, quatro especialistas da NASA compartilharam informações detalhadas do relatório e responderam às perguntas dos jornalistas.

Segundo Bill Nelson, o administrador da NASA, a equipe não encontrou qualquer evidência que sugira que os avistamentos de UAPs tenham qualquer relação com vida extraterrestre. No entanto, eles também não conseguiram explicar completamente esses fenômenos misteriosos. Mesmo assim, a equipe está comprometida em continuar analisando dados de avistamentos de OVNIs no futuro.

Nicola Fox, administradora associada da Diretoria de Missões Científicas da NASA, explicou que a equipe de investigação planeja utilizar inteligência artificial (IA) e técnicas de aprendizado de máquina para aprofundar a compreensão dos avistamentos de OVNIs.

Dan Evans, subadministrador adjunto assistente para pesquisa na Diretoria de Missões Científicas da NASA, destacou a importância de entender os UAPs para garantir a segurança do espaço aéreo dos Estados Unidos. Ele enfatizou que essa investigação representa um avanço significativo no estudo desses eventos enigmáticos.

David Spergel, presidente do grupo investigativo, ressaltou que o objetivo da NASA não é duplicar o trabalho do All-domain Anomaly Resolution Office (AARO), um comitê do Pentágono encarregado de investigar OVNIs. Em vez disso, eles estão focados em compreender a natureza dos UAPs. Spergel observou que o estigma em torno desse assunto tem levado muitos pilotos e profissionais a evitar discutir avistamentos devido ao tabu que o cerca. Ele enfatizou a importância de estudar o que não entendemos para ganhar insights.

Principais Pontos do Relatório da NASA

Novo Diretor de Pesquisa

O relatório revela que a NASA nomeou um novo diretor para liderar a pesquisa de OVNIs, embora seu nome tenha sido mantido em sigilo para proteger sua integridade. O novo diretor será responsável por desenvolver e supervisionar a abordagem científica da NASA para a pesquisa de OVNIs, incluindo a colaboração com outras agências e o uso de IA e aprendizado de máquina para detectar anomalias nos céus, de acordo com Bill Nelson.

Recomendações para Análises Mais Abrangentes

A equipe de investigação recomenda que a NASA continue a pesquisa para desempenhar um papel central no esforço governamental de compreender os OVNIs, incentivando a coleta de dados. Além disso, eles sugerem que a NASA utilize recursos de código aberto, técnicas avançadas de análise de dados, e estabeleça parcerias para enriquecer seu conjunto de dados e, assim, melhorar a compreensão dos OVNIs.

Conclusões

Com base em dados de fontes governamentais e civis, a NASA explica que a maioria dos avistamentos de OVNIs pode ser explicada por fenômenos terrestres, como balões, drones, aviões, ou eventos naturais comuns, entre outras possibilidades. No relatório, é apresentada uma imagem de um ‘sprite’, que é um fenômeno atmosférico frequentemente confundido com OVNIs. No entanto, alguns casos permanecem sem explicação.

Perspectiva da NASA sobre OVNIs

James Fox, documentarista responsável por documentários sobre OVNIs, questionou por que a NASA concluiu que os UAPs não são de origem extraterrestre, dado que os investigadores independentes não conseguiram explicar completamente esses fenômenos. Bill Nelson expressou sua crença de que, dada a vastidão do universo, é possível que haja vida além da nossa civilização. Ele explicou que a NASA está empenhada em mudar a narrativa sensacionalista em torno dos OVNIs e focar na abordagem científica.

Spergel também comentou sobre os supostos corpos de alienígenas apresentados no Congresso do México, sugerindo que o governo mexicano deveria disponibilizar amostras para análise científica. Isso poderia ajudar a determinar se esses seres são de origem não humana.

A equipe de investigação também abordou as alegações de David Grusch, afirmando que faltam evidências substanciais em seus relatos. Nelson observou que Grusch não apresentou fatos concretos, apenas ouviu informações de terceiros sobre projetos ultrassecretos do governo.”

 

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo