Hora Brasileira

Pastor é autuado por trabalho escravo

Publicidade

Pastor é autuado por trabalho escravo

Pastor de igreja autuado por trabalho análogo à escravidão de dependentes químicos em casa de reabilitação.
Pastor Autuado por Trabalho Escravo
Pastor Autuado por Trabalho Escravo

Recentemente, uma investigação envolvendo diversos órgãos, incluindo a Superintendência do Trabalho no Rio, a Polícia Federal e o Ministério Público do Trabalho, revelou uma situação chocante envolvendo dependentes químicos em uma casa de reabilitação ligada a uma igreja evangélica. Os detalhes desse caso são impactantes e suscitam discussões sobre exploração e abuso de poder. Nesta postagem, vamos aprofundar nessa história e entender as implicações desse trabalho análogo à escravidão.

O Termo ‘Escravos de Ganho’: Uma Triste Realidade: O termo “escravos de ganho” é utilizado para descrever uma situação na qual as vítimas são forçadas a trabalhar fora de suas residências e entregar a maior parte do dinheiro que ganham, ficando apenas com uma pequena fração. Neste caso, os afetados eram dependentes químicos acolhidos em uma casa de reabilitação ligada à igreja Alcance Vitória, que é uma instituição evangélica situada na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Detalhes da Exploração: Durante a investigação, descobriu-se que mais da metade do dinheiro que esses dependentes químicos ganhavam com seu trabalho era entregue ao pastor Jackson de Sobral Almeida, líder da igreja Alcance Vitória, ou destinado como dízimo à instituição religiosa. Além disso, eles eram forçados a realizar serviços em diferentes estabelecimentos da região, recebendo em troca, muitas vezes, não dinheiro, mas produtos como tinta para pintura de casas, carne e salsicha para sua alimentação. Os trabalhadores também eram obrigados a participar dos cultos da igreja.

O Resgate e as Circunstâncias: Os sete resgatados foram encontrados em um sítio pertencente ao Ministério, localizado em Cosmos, um bairro vizinho. A região é conhecida por ser dominada por milicianos, que aparentemente tentaram interferir na fiscalização. Felizmente, a presença da Polícia Federal durante a operação impediu qualquer ação dos criminosos.

Pastor Jackson de Sobral Almeida Autuado: Como resultado das evidências descobertas, o pastor Jackson de Sobral Almeida foi autuado por trabalho análogo à escravidão. O resgate foi conduzido por auditores-fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego, uma procuradora do Ministério Público do Trabalho e policiais federais da Delegacia de Defesa Institucional.

As Implicações e as Regras Rígidas: Segundo os depoimentos dos trabalhadores, o pastor mantinha a casa de apoio com o nome da igreja e fornecia mão de obra a estabelecimentos da região. Os sete resgatados trabalhavam sem registro formal e dividiam metade do valor de seus salários com o pastor, além de ofertar um dízimo de 10% no valor que teriam direito. Os locais de trabalho incluíam mercados, um Sacolão e uma fábrica de suco de laranja na Zona Oeste.

Condições de Trabalho Desumanas: Os trabalhadores relataram em depoimento que enfrentavam condições de trabalho desumanas. Além de não receberem seus salários completos, eram obrigados a realizar tarefas perigosas, como lixar treliças, sem qualquer equipamento de proteção. Eles também eram submetidos a horários extenuantes e tinham que mentir sobre suas condições de trabalho, como pausas para refeições.

Punições e Consequências: O pastor Jackson concordou em firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para devolver os valores devidos aos trabalhadores, que totalizavam mais de R$ 17 mil. Além disso, ele se comprometeu a pagar R$ 500 para todos os resgatados por 1 ano e 8 meses a partir de novembro. Empresas que pagaram remunerações aos trabalhadores também concordaram em firmar um TAC para efetuar os pagamentos das rescisões e FGTS.

Conclusão: Esse caso chocante de trabalho análogo à escravidão envolvendo dependentes químicos em uma casa de reabilitação ligada a uma igreja evangélica lança luz sobre uma realidade perturbadora. É essencial que situações como essa sejam reveladas e combatidas para proteger os direitos humanos e garantir que ninguém seja explorado em nome de interesses religiosos ou financeiros. A justiça e a fiscalização desempenham um papel crucial na garantia de que esses abusos não passem impunes.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo