Hora Brasileira

PF Avalia Consistência dos Depoimentos de Cid e Interroga Bolsonaro e Aliados Simultaneamente

Publicidade

PF Avalia Consistência dos Depoimentos de Cid e Interroga Bolsonaro e Aliados Simultaneamente

A Polícia Federal investiga o caso das joias recebidas da Arábia Saudita. Bolsonaro, Michelle e aliados serão ouvidos simultaneamente para evitar combinação de versões.
PF fará depoimento simultâneo com Bolsonaro, Michelle e envolvidos no caso das joias
PF fará depoimento simultâneo com Bolsonaro, Michelle e envolvidos no caso das joias

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro e aliados bolsonaristas serão ouvidos pela Polícia Federal nesta quinta-feira (31) às 11h. A simultaneidade visa evitar combinações de versões no caso das joias sauditas.

Lista de Depoentes:

Além de Bolsonaro e Michelle, prestarão depoimento:

  • Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação
  • Tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens
  • General Mauro Lourena Cid, pai de Mauro Cid
  • Frederick Wassef, advogado de Jair Bolsonaro
  • Tenente Osmar Crivelatti, ex-assessor da Presidência
  • Coronel Marcelo Câmara, ex-assessor da Presidência

Objetivo da Investigação:

A PF busca entender a origem da ideia de vender as joias e relógios recebidos da Arábia Saudita, os compradores e o processo de recompra e retorno de itens ao Brasil. Algumas peças, como um relógio Patek Philippe, ainda não foram localizadas.

Método de Investigação:

Em abril, a PF adotou o mesmo método de depoimentos simultâneos ao investigar nove militares que apareceram em imagens do Palácio do Planalto, durante os ataques de 8 de janeiro.

Acusações de Fake News:

A defesa de Bolsonaro solicitou o adiamento do depoimento sobre disseminação de fake news. Os advogados tiveram acesso ao caso recentemente e alegaram impossibilidade de preparação. O delegado aceitou o pedido.

Mauro Cid e a Delação Premiada:

Mauro Cid, figura central no escândalo, foi proibido de se comunicar com Bolsonaro e outros investigados. A possibilidade de uma delação premiada não é descartada, mas ele teria que fornecer informações relevantes sobre outros crimes.

Relação de Confiança:

Bolsonaro frequentemente usava o telefone de Cid para comunicações discretas. O celular de Cid, apreendido pela PF, revelou que Wassef viajou aos EUA para comprar um Rolex presenteado pela Arábia Saudita em 2019. O dinheiro para a compra foi depositado na conta do pai de Cid, também alvo da investigação.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo