Hora Brasileira

Precisamos ter um representante no Congresso brasileiro para os brasileiros nos EUA.

Precisamos ter um representante no Congresso brasileiro para os brasileiros nos EUA.

É difícil saber o número exato de brasileiros vivendo nos Estados Unidos. O Censo americano de 2020 revelou que 502 mil pessoas nascidas no Brasil moram no país, mas isso representa somente a porção que respondeu à pesquisa federal.
Congresso
Congresso

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil (MRE) defende um número bem maior de nacionais nos EUA, cerca de 1,8 milhões. Essa discrepância tem a ver com o número significativo de brasileiros em situação irregular no país e que evitam o contato com instituições oficiais, como o Censo. Permanecer anônimo e invisível é mais prudente para esse contingente irregular.

É razoável usar o número estimado pelo MRE como o mais próximo da realidade, tanto pelo cálculo do Ministério, baseado em registros consulares, de passaportes e outros dados, como por alguns argumentos mais empíricos, como a observação simples da maciça presença e influência socioeconômica brasileira em grandes centros, como Miami, Newark, Boston, Los Angeles, Atlanta, New York e outras cidades.

Portanto, cerca de 1,8 milhões de brasileiros vivem hoje nos Estados Unidos, entre regulares e irregulares. Esse número equivale à população de uma grande capital estadual como Curitiba, e é maior que a de dez estados americanos, entre eles Vermont, Delaware, Rhode Island, Maine e New Hampshire, por exemplo.

Os quase dois milhões de pessoas têm origens diversas, tanto geográficas quanto de classe socioeconômica. Há profissionais urbanos que visam melhorar a carreira, empreendedores com recursos que desejam expandir seus negócios, gente que foge da violência no Brasil, há os que vêm do interior do país buscando melhores condições de vida (capazes de se sujeitar a uma perigosa travessia pela fronteira do México), e há os desiludidos com o país em geral.

Apesar disso, possuem muito mais semelhanças que diferenças. A base cultural, ainda que dividida entre as diversas classes socioeconômicas, traz uma certa unidade para o grupo, senão pela convivência, mas por hábitos comuns que revelam a característica própria do ser brasileiro, presentes na culinária, na música e nos esportes, por exemplo, e ancorados na língua e nos costumes. Possuir certas características comuns é o componente aglutinador que molda o que chamamos de comunidade brasileira nos Estados Unidos, e ele está presente em diferentes doses em cada um dos 1,8 milhões de brasileiros que vivem aqui.

Essas características não são apenas aglutinadoras, mas agem também como disseminadoras de cultura. Não é possível desprezar o comportamento de quase dois milhões de pessoas e esperar que elas não exerçam uma forte influência no seu ambiente. A cultura brasileira vem se espalhando pelos EUA dentro de um vasto espectro que reúne áreas distintas, como música, esportes, culinária e artes marciais. A comunidade é uma embaixada cultural do Brasil.

Outra característica comum na maioria dos brasileiros que vivem nos Estados Unidos é sua ligação com o Brasil. Grande parte sonha com um retorno final,

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo