Hora Brasileira

ESTADO DE ALERTA: A alta dos rios volta a deixar o Rio Grande do Sul em alerta; Taquari e Caí têm novas cheias, e o Guaíba sobe 14 cm em 4 horas

ESTADO DE ALERTA: A alta dos rios volta a deixar o Rio Grande do Sul em alerta; Taquari e Caí têm novas cheias, e o Guaíba sobe 14 cm em 4 horas

Estado de alerta no Rio Grande do Sul devido à alta dos rios e riscos geológicos. Milhares de pessoas afetadas e cidades inundadas.

As fortes chuvas voltaram a deixar o Rio Grande do Sul em alerta. Regiões Metropolitana de Porto Alegre e Sul do estado estão inundadas, afetando mais de 616 mil pessoas. O número de mortos já chega a 147 e há 127 desaparecidos. Apesar da previsão de diminuição das chuvas a partir de terça-feira (14), o estado permanece em alerta devido à alta dos rios e riscos geológicos.

Cilindros de gás flutuam em um centro de distribuição de gás após chuvas em Canoas - Foto Andre Penner-AP
Cilindros de gás flutuam em um centro de distribuição de gás após chuvas em Canoas – Foto Andre Penner-AP

Impacto nas Regiões:

  • Região Metropolitana de Porto Alegre: O nível do Lago Guaíba subiu 14 centímetros em quatro horas. Bairros das regiões Norte e Central estão alagados. Porto Alegre enfrenta o mês de maio mais chuvoso desde 1961, com mais de 306 milímetros de chuva registrados.
  • Evacuação em Canoas: A cidade de Canoas orientou a evacuação dos bairros Niterói, Rio Branco, Fátima, Mato Grande, Harmonia, Mathias Velho e São Luis devido ao risco de novas inundações.
  • Região Sul: Mais de 2 mil pessoas estão fora de casa em Pelotas e Rio Grande devido ao aumento do nível da Lagoa dos Patos. O Canal São Gonçalo em Pelotas atingiu 2,88 metros, o mesmo nível da enchente de 1941.
  • Região dos Vales: O Rio Taquari ultrapassou os 26 metros em Lajeado, forçando cerca de 1,1 mil pessoas a deixarem suas casas. Em Estrela, 10 mil pessoas buscaram abrigo em locais públicos ou na casa de amigos e parentes. O Rio Caí também está em cota de inundação, causando interdição de pontes.
  • Região da Serra: As cidades da Serra enfrentam deslizamentos de terra. Em Caxias do Sul, um deslizamento causou uma morte e em Gramado uma rua cedeu, forçando a evacuação de cerca de 1 mil pessoas.

Previsão do Tempo:

De acordo com a Climatempo, temporais são previstos para as regiões da Serra, Litoral Norte e Norte entre terça-feira (14) e quarta-feira (15). A previsão é de tempo firme com queda de temperatura e possibilidade de geada em algumas regiões, mas a chuva deve retornar na quinta-feira (16).

Dados da Tragédia:

A tragédia no Rio Grande do Sul resultou em 147 mortes e 127 desaparecidos desde o final de abril. Mais de 619 mil pessoas estão fora de casa, com 81 mil em abrigos e 538 mil desalojadas. A Defesa Civil continua monitorando a situação e prestando assistência às vítimas.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo