Hora Brasileira

OMS rebaixa status de emergência da pandemia de Covid-19

OMS rebaixa status de emergência da pandemia de Covid-19

Segundo a OMS, a decisão foi tomada após uma reunião do Comitê de Emergência do Regulamento Sanitário Internacional, que avaliou a situação global da pandemia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta quarta-feira (5) que a pandemia de Covid-19 não é mais considerada uma emergência de saúde pública de importância internacional (ESPII). Essa é a mais alta classificação de alerta da entidade, que havia sido declarada em 30 de janeiro de 2020, quando o novo coronavírus se espalhava por 19 países.

Segundo a OMS, a decisão foi tomada após uma reunião do Comitê de Emergência do Regulamento Sanitário Internacional, que avaliou a situação global da pandemia. O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que a mudança de status se deve ao progresso alcançado na resposta à Covid-19, especialmente na vacinação e no controle das variantes.

“A Covid-19 continua sendo uma grande ameaça à saúde pública, mas não atende mais aos critérios para ser uma ESPII. Isso não significa que devemos baixar a guarda ou relaxar as medidas de prevenção. Pelo contrário, devemos manter o compromisso e a solidariedade para acabar com essa pandemia o mais rápido possível”, afirmou Tedros.

A OMS ressaltou que a declaração não altera as recomendações e orientações da entidade para os países e as pessoas. A organização também pediu que os governos continuem a compartilhar informações e amostras sobre o vírus, a fortalecer os sistemas de saúde e a garantir o acesso equitativo às vacinas e aos tratamentos.

A última vez que a OMS havia declarado uma ESPII foi em 2009, por causa da pandemia de gripe H1N1. Essa classificação é usada para situações que exigem uma resposta internacional coordenada e que podem representar um risco à saúde pública em outros países.

A pandemia de Covid-19 já infectou mais de 150 milhões de pessoas e matou mais de 3 milhões em todo o mundo, segundo dados da Universidade Johns Hopkins. No entanto, a situação varia entre as regiões, com alguns países registrando quedas nos casos e nas mortes e outros enfrentando novas ondas e variantes preocupantes.

No Brasil, o Ministério da Saúde informou que foram confirmados 14.936.464 casos e 414.399 óbitos por Covid-19 até esta quarta-feira. O país é o segundo com mais mortes pela doença, atrás apenas dos Estados Unidos. A vacinação no Brasil começou em janeiro, mas avança lentamente por falta de doses e de coordenação nacional.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo