Hora Brasileira

Brasileiros Mortos em Ataque do Hamas Durante Rave em Israel

Brasileiros Mortos em Ataque do Hamas Durante Rave em Israel

Três brasileiros foram vítimas de atentados do Hamas em Israel durante um festival de música eletrônica. O Itamaraty confirmou as mortes.
Karla Stelzer Mendes
Karla Stelzer Mendes

Karla Stelzer Mendes, de 42 anos, foi assassinada pelo grupo extremista Hamas enquanto participava de uma rave perto da Faixa de Gaza. O Itamaraty confirmou sua morte, tornando-a a terceira vítima brasileira dos atentados ocorridos no dia 7 de outubro em Israel. Seu namorado, o israelense Gabriel Azulay, também foi encontrado morto em Israel no dia 11 de outubro.

Bruna Valeanu: Outra Vítima Brasileira:

Bruna Valeanu
Bruna Valeanu

Na terça-feira, 10 de outubro, a família da carioca Bruna Valeanu, de 24 anos, confirmou sua morte. Ela estava no mesmo festival de música eletrônica em Israel. Bruna nasceu no Rio de Janeiro, mas morava em Petah Tikva, Israel, desde 2015, possuindo dupla cidadania. A irmã de Bruna, Florica Valeanu, relatou que o Exército israelense informou sobre a descoberta do corpo de Bruna. Seu funeral contou com a presença de muitos israelenses, demonstrando solidariedade, e também com a presença do embaixador brasileiro em Israel, Frederico Meyer.

Ranani Nidejelski Glazer:

Ranani Glazer
Ranani Glazer

Ranani Nidejelski Glazer, também de 24 anos, foi a primeira vítima brasileira confirmada. Ele foi encontrado morto na segunda-feira, 9 de outubro. Ranani, que nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, vivia em Israel há cerca de sete anos e residia em Tel Aviv. Antes de sua morte, ele havia postado sobre um bombardeio em um bunker nas redes sociais. Ranani havia concluído seu serviço militar obrigatório em Israel e trabalhava como entregador. Antes disso, ele trabalhava como editor de vídeos e designer de propagandas animadas.

Além de Karla, Bruna e Ranani, não há informações de outros brasileiros mortos no ataque. Bruna, que também tinha cidadania israelense, era estudante de Comunicação e Sociologia/Antropologia na Universidade de Tel Aviv e foi instrutora de tiro das Forças de Defesa de Israel entre 2018 e 2020. Durante o ataque, Ranani estava com amigos e tentou se abrigar, mas acabou se perdendo. Seu corpo foi encontrado horas depois.

Leia também

Publicidade

Compartilhe

Publicidade

Bem Vindo ao HoraBrasileira

Nosso blog se destaca pela ampla variedade de conteúdos, incluindo política, economia, cultura, entre outros, com contribuições de colaboradores globais. Oferecemos nosso conteúdo em vários idiomas, essencial tanto para brasileiros no exterior quanto para estrangeiros.

Nossa missão é fornecer informações precisas, confiáveis e imparciais, com uma abordagem equilibrada, apesar de nossa orientação política progressista.

Comprometidos em manter a comunidade brasileira no exterior bem informada, garantimos acesso a notícias atualizadas e equilibradas sobre o Brasil e o mundo em diversas plataformas e idiomas.

Se você tem paixão por escrever e algo a dizer, queremos ouvir!

Pular para o conteúdo